* MÚSICA NA CATEDRAL - ano XIII – 2011

Programação das Audições na Catedral de São Sebastião do RJ

Maio - 2011
  • Dia 2 - Benedito Rosa – órgão (Bach/Mendelssohn/Liszt/Tournemire)
  • Dia 30 - Jeanine Mundstock – órgão (Boyce/Bach/Camin/Dubois/Widor)
  • Junho - 2011
  • Dia 6 - Gertrud Mersiovsky – órgão (Bach)
  • Julho - 2011
  • Dia 4 - Eugênio Gall – órgão (Bach/C.Franck/Brahms/Villa-Lobos)
  • Agosto - 2011
  • Dia 1 - Benedito Rosa – órgão (Bach/Zipoli/C.Franck/Liszt)
  • Dia 15 - Coro da Catedral - Canto Gregoriano/Victoria/Gounod - Cláudia Feitosa & Regina Lacerda – organistas / Benedito Rosa - regência
  • Setembro - 2011
  • Dia 5 - Benedito Rosa – órgão (Liszt) - (Bicentenário de Nascimento de Franz Liszt)
  • Dia 12 - Przemyslaw Kapitula (Polônia) - órgão
  • Outubro - 2011
  • Dia 3 - Symphonia Brasil Barroco (Albinoni/Vivaldi) - Marcelo Palhares – direção e regência
  • Novembro - 2011
  • Dia 7 - Eduardo Biato – órgão (Bach/Dubois)
  • Dezembro - 2011
  • Dia 3 - Coro da Catedral - Canto Gregoriano/ Palestrina/Nunes Garcia - Cláudia Feitosa – organista / Benedito Rosa – regência
  • * HISTÓRICO

    Histórico do Coral da Catedral de São Sebastião do RJ

    Fundado em 1956, sob a modalidade de Coro Feminino, transformou-se em Coro Misto a partir de 1959, denominado Coro de Nossa Senhora da Glória, no Largo do Machado.

    Em 1975, o Coro foi escolhido para atuar na Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro, sob a regência de seu fundador, o maestro Manoel Trogo, falecido em 1994.

    Teve como regentes, além de seu fundador, a cantora Myrna Rodrigues e Arymar de Andrade. Desde de 1998 está sob a regência de Benedito Rosa, mestre-de-capela e organista da Catedral.

    O Coro, que se divide em Coro Feminino e Coro Masculino, atua dominicalmente na Catedral, na missa das 10h00 e nas principais cerimônias da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro.

    O Coro possui um vasto arquivo musical de onde é retirado o repertório, que vai do canto gregoriano até música sacra contemporânea, incluindo peças compostas especialmente para o conjunto, sendo acompanhado pela organista Cláudia Feitosa.

    * INFORMAÇÕES GERAIS

    Informações Gerais da Capela Musical da Catedral de São Sebastião do RJ

    Coro da Catedral
    vozes masculinas/femininas
    ensaios 4ª. feiras – 18h30 às 21h
    (teoria musical/técnica vocal/repertório)
    Schola Gregoriana
    estudo – prática e interpretação do canto gregoriano
    vozes masculinas – jovens e adultos
    (cantores com prática de solfejo)
    ensaios - sextas-feiras , 18h às 20h
    Capela Infanta
    meninos e meninas dos 7 aos 13 anos
    (teoria musical – solfejo – técnica vocal)
    ensaios – sábados 9h30 às 11h
    Benedito Rosa
    mestre de capela

    * ORGANISTA

    Organista do Coral da Catedral de São Sebastião do RJ

    Claudia Feitosa, Organista do Coro da Catedral de São Sebastião do Rio de Janeiro, é Bacharel em Piano pela Escola de Música da Universidade Federal do Rio de Janeiro, onde concluiu também o curso técnico em música.

    Possui formação em órgão pela escola de música da UFRJ, Mestranda em Práticas Interpretativas na Universidade Federal do Rio de Janeiro sob a orientação da Professora Miriam Grosman.

    Na área pedagógica possui formação em Educação Artística pela Universidade Candido Mendes e o Bacharelado em Licenciatura em Música pela UFRJ. Professora do curso de musicalização infantil da UFRJ. Atua como pianista acompanhadora em diversos grupos de música de câmara e corais. Pianista acompanhadora do Coral Brasil Ensemble e do Coral Infantil da UFRJ sob a regência da Professora Maria José Chevitarese.

    * MESTRE DE CAPELA

    Mestre de Capela do Coral da Catedral de São Sebastião do RJ

    Benedito Rosa, Mestre de Capela e Organista titular da Catedral de São Sebastião do Rio de Janeiro

    É Bacharel em órgão premiado com medalha de ouro pela Escola de Música da Universidade Federal do Rio de Janeiro na classe da prof.ª. Gertrud Mersiovsky Mestre em órgão pela mesma universidade apresentou dissertação , cujo tema “Sexta Sinfonia para Órgão Opus 42 nº. 2”, do compositor Charles Marie-Widor. Esse trabalho foi consolidado após viagem à França onde aprofundou suas referências bibliográficas, tendo ainda aula e entrevista com Monsieur Daniel Roth, organista titular da Igreja de Saint-Sulpice, em Paris.

    Tem ainda formação em cravo (Edmundo Hora), piano (Eliane Kardozos), canto (Lydia Podorolsky) e regência coral (Alceu Bochino). Freqüentou o Curso de Extensão em Ornamentação de Música Barroca com prof. Marcelo Fagerlande (UFRJ).

    Durante o ano de 1997 foi professor substituto de órgão na Escola de Música da UFRJ.